O fluxo de caixa é um dos indicadores mais importantes para medir a saúde financeira do seu restaurante. Basicamente, ele permite avaliar se o seu negócio tem capacidade de investir e crescer ou, se ao contrário, precisará de fontes extras de renda. 

Para se ter ideia de como medir e entender o fluxo de caixa é relevante, problemas com esse indicador são apontados como o principal obstáculo para o crescimento das empresas. Além disso, o entendimento do fluxo permite a você tomar melhores decisões como gestor. 

Neste post, vamos explicar o que é o fluxo de caixa e como você pode fazer o acompanhamento no seu food service. Vamos juntos! 

Durante a leitura, você entenderá melhor sobre os seguintes assuntos:

O que é fluxo de caixa?
Como calcular o fluxo de caixa?
Elementos para analisar o fluxo de caixa
Capital de giro
Atividades operacionais
Investimentos
Financiamentos
Como otimizar o gerenciamento do fluxo de caixa?
Precisa de ajuda para gerenciar o fluxo de caixa do seu restaurante?

O que é fluxo de caixa?

O fluxo de caixa é a movimentação do dinheiro das entradas e saídas do seu  restaurante. Em outras palavras, é o movimento entre as receitas e as despesas. 

Assim como em nosso orçamento pessoal, o ideal é que seu restaurante ganhe mais do gasta, ou seja, suas receitas são maiores que as despesas. Isso significa que o seu fluxo de caixa é positivo.  

Nesse cenário, a empresa tem condições de pagar os fornecedores  e funcionários em dia e investir em crescimento, contratando mais pessoas, mais insumos ou abrindo uma nova unidade, por exemplo. 

Por outro lado, quando o fluxo de caixa é negativo, você precisará encontrar outras formas de gerar receita ou aumentar o endividamento da empresa. É parecido com quando nossas contas não estão fechando e buscamos alternativas para fazer renda extra. 

Atuar com fluxo de caixa negativo por longos períodos é perigoso porque impacta diretamente no andamento do seu negócio: os pagamentos a fornecedores e colaboradores podem atrasar e será cada vez mais difícil fazer investimentos para que a empresa se desenvolva (contratar divulgação ou sistemas de automação, por exemplo). 

Como calcular o fluxo de caixa?

A ideia é simples: tudo o que a empresa recebeu é somado e, em seguida, subtraído de tudo o que a empresa gastou. 

O cálculo é feito, em geral, para o período de um mês. Porém, é recomendável analisar o histórico de um trimestre para avaliar se o restaurante está com as finanças positivas ou não. 

Essa prática é recomendada porque é natural haver flutuações e variações de mês para mês. Assim, um período de baixa pode ser compensado por um período de alta receita, como em meses com datas comemorativas, como dia das mães, por exemplo. 

Porém, para julgar a saúde da organização com mais precisão, recomenda-se analisar o fluxo de caixa de um trimestre já que é normal que a empresa tenha momentos bons e ruins. 

Elementos para analisar o fluxo de caixa

O fluxo de caixa pode ser dividido em elementos ou categorias para que possa ser melhor analisado. Assim fica mais fácil identificar onde estamos gastando mais ou de onde vêm nossas maiores receitas. Veja as principais a seguir:

Capital de giro

É o valor que seu restaurante tem para pagar as despesas do dia a dia. É calculado pela diferença entre o dinheiro que você tem disponível e o que você deve.    

Conhecer o capital de giro é importante porque ele serve como uma reserva para prover as necessidades do negócio. 

O cálculo do capital de giro é feito descontando as despesas (custos fixos, contas a pagar, fornecedores, salários, contas, etc) das disponibilidades de caixa (contas a receber, dinheiro em conta bancária da empresa, aplicações e investimentos financeiros, etc). 

Atividades operacionais

Permite analisar quanto seu restaurante fatura e gasta com as atividades do dia a dia. Divide-se em entradas e saídas operacionais. 

As entradas são o dinheiro que você recebeu pelas vendas dos seus produtos, seja no balcão ou delivery. 

Já as saídas operacionais abrangem o pagamento a fornecedores, a folha de pagamento dos colaboradores e os impostos que não sejam relacionados a investimentos. 

Investimentos

Analisa os custos com atividades não diretamente relacionadas ao trabalho do dia a dia. São os valores que seu restaurante gastou para equipar a cozinha ou adquirir sistemas, por exemplo.  

O objetivo de analisar esse elemento é conhecer o quanto seu restaurante está investindo e comparar com quão lucrativo está sendo. 

Financiamentos

Busca analisar quanto sua empresa precisa gastar para financiar as operações do dia a dia. 

Se a sua empresa precisou de um empréstimo, ele é registrado como uma nova entrada. Quando esse empréstimo é quitado, fica registrado como saída no fluxo de caixa. 

Como otimizar o gerenciamento do fluxo de caixa?

Gerenciar o fluxo de caixa manualmente, com a ajuda de uma planilha, é viável, porém torna-se uma atividade que demanda bastante tempo e cuidado para que não sejam cometidos erros.  

Esquecer de anotar entradas e saídas ou errar categorias pode comprometer seus processos, distorcer suas análises e tomar decisões completamente equivocadas. 

Por isso, a utilização de um sistema de gestão ajuda você a poupar bastante tempo do dia a dia e reduzir as chances de erro humano. Com um sistema integrado, você consegue automatizar diversos processos. 

Dessa forma, um pedido registrado no caixa ou pelo delivery já será devidamente categorizado no seu fluxo de caixa e essa entrada automaticamente calculada para o fluxo. 

Um software de gerenciamento também oferece relatórios consolidados que auxiliam você a tomar decisões melhores. Tudo isso deixa você com mais tempo livre para gerenciar e investir em áreas estratégicas. 

Precisa de ajuda para gerenciar o fluxo de caixa do seu restaurante?

Se você precisa ganhar tempo e reduzir custos, erros humanos e desperdícios, conheça o Dîner, o sistema de gestão da Inffel.  Moderno, ágil, elegante e fácil de usar, foi projetado para gerenciar todos os processos do seu food service, da compra dos insumos até a venda para o cliente. 

O Dîner tem em seu cardápio os módulos de caixa, estoque e delivery. Além disso, a Inffel oferece treinamento e tem suporte 24 horas de verdade, inclusive aos fins de semana, com atendimento feito por profissionais que entendem a rotina dos restaurantes.

Gostou? Entre em contato com a Inffel e agende uma demonstração gratuita. Conte sempre com a gente para tornar seu negócio um lugar incrível!